ressaca eterna sobre faq journal

23.3.11

reformulando pensamentos.

Odeio quando meu computador insiste em anunciar, em sua voz automatizada, as horas. Vou percebendo que mais um dia termina, e me vem essa sensação de que o desperdicei. Você está sempre me dizendo para sair mais. Vá em frente, saia e veja o mundo, mas aí eu penso, por que eu deveria? Eu prefiro ficar em casa e chorar. Penso nisso enquanto rolo na cama, tentando adormecer. O que exatamente estou fazendo com a minha vida? Então amanhecesse e a rotina se repete, como se eu estivesse apriosionada a ela. Só que minha rotina está longe de ser uma prisão, pois ninguém a impõe a mim além de mim mesma. Não que ela seja ruim de todo, na verdade gosto dela mais do que deveria. Gosto até demais.
Às vezes tenho a sensação de que eu só questiono o que há de errado comigo por pressão externa. De pessoas que não sabem o que se passa em minha cabeça e julgam a forma como levo a vida. De quem é de outra época e tem ideias fixas do que é certo e o que é errado, do que é viver e do que é estar "desperdiçando os melhores anos de sua vida". São os mesmos indivíduos que me dizem que devo fazer o que me deixa feliz, mas se o que me deixa feliz não é algo que eles aprovem, me condenam. Por mais que eu não queira, isso acaba me afetando. E por volta desse horário começo a sucumbir a essas opiniões alheias.
Talvez seja isso que eu precise mudar. Não a minha rotina, mas a forma como acabo me deixando abalar pelo que os outros dizem. Quem sabe dessa forma eu consiga dormir tranquilamente, sem me punir por não ter aproveitado o dia. O aproveito da minha forma, só isso. Quando eu estou no meu quarto sozinha eu me sinto bem porque eu não tenho que lidar com você ou com o mundo lá fora.

5 comentários:

Ellie. disse...

para não perder o hábito, música:
Greener Pastures - No Doubt

Fa disse...

Nossa, você (mais uma vez) conseguiu escrever o que eu sinto. Sério mesmo. É o meu maior problema com rotina, o fato de eu estar preso a ela e sentir meus dias sendo desperdiçados enquanto eu sigo na minha zona de conforto.

"Às vezes tenho a sensação de que eu só questiono o que há de errado comigo por pressão externa." sério, me arrepiei com isso. TÃO verdade. pra ambos.

emocionei com o finalzinho. Nossa, perfeito. Como tudo que você escreve.

ILY <3

Ellie. disse...

Tenho a impressão de que seus comentários são melhores que minhas postagens em si. Senti falta de tê-lo por aqui, Fa. Obrigada por sempre me entender, acho que somos tão parecidos que quase lemos a mente um do outro.

E obrigada novamente. ILY <3

W. G. Lacerda disse...

Gostei dos seus posts, depois passa no meu blog: http://wglacerda.blogspot.com/
Até mais.

Luara Q. disse...

Você escreve muito bem!