ressaca eterna sobre faq journal

18.2.14

revisitando cantos antigos da minha mente.

Comecei esse blog aos 18 anos de idade. Postei aqui pela última vez pouco depois do meu aniversário de 20. É estranho revistá-lo após tanto tempo. É estranho perceber o quanto se muda e o quanto se permanece igual com o passar dos anos. Os planos para o futuro que foram abandonados, e pior ainda, os planos que permanecem e ainda não foram realizados. Quando você diz que vai acontecer "agora", bem, quando exatamente você quer dizer? Sinto como se tivesse perdido algo daquela época, algo bom, uma crença nas coisas, uma ingenuidade que ainda queria ter.
Minha eu de 18 anos, com planos de escrever livros e mais livros, pensando na Inglaterra e se preocupando com o vestibular, encontrando tamanha felicidade em coisas tão banais. Era tudo tão simples - tão mais simples. Como se ela fosse uma entidade separada de mim. E me pergunto se ela me encontrasse agora, o que diria. Se ao invés de estar lendo o passado, estivesse lendo o futuro. E dói pensar que talvez ela virasse pra mim e perguntasse "mas o que foi que você fez comigo?"
Eu quero mudar, mas não sei por onde começar. Acho que eu deixei, afinal, eu mesma me corromper, eu mesma cavar um buraco que não sei escalar. E como é estranho pensar também que a gente não percebe o quanto a gente está mal até lembrar de quanto já se esteve bem.
De 5 anos atrás só parece ter sobrado a angústia. E fica então uma saudade...

Nenhum comentário: