ressaca eterna sobre faq journal

23.6.15

Carta No. 1

Oi Luiza do passado,

Aqui é a Luiza do presente. Queria te contar algumas novidades do que aconteceu de lá pra cá. Você desistiu de fazer medicina na época do vestibular e até hoje se pergunta se foi porque não queria mesmo, ou porque ficou com preguiça de estudar. Aí você entrou pra Psicologia e nos primeiros anos foi uma maravilha, mas no final você já tava ODIANDO, desacreditando na profissão e nos profissionais, se arrastando, e acabou largando a faculdade quatro ano depois. Prevejo que no futuro vou estar escrevendo uma carta pra mim mesma me perguntando se larguei Psicologia porque não gostava mesmo ou se fiquei apavorada. De qualquer forma, não faz muita diferença mesmo porque você tá indo pra Berlin e não vai continuar a faculdade lá. Eu sei que você sonhava em ir pra Inglaterra, mas hoje em dia você detesta a Inglaterra (e Munique, olha que louco) e ama Berlin, Lisboa, Amsterdã e Estocolmo.

Lembra que sua avó tava sempre te mandando fazer alguma coisa ligada a computador e você nunca deu ouvidos porque achava que mexer em computador era o tiozinho do prédio que formatava o computador dos vizinhos quando dava pau? Pois é. Você tá se preparando para cursar Ciências da Computação. Eu não te culpo por nunca ter ouvido falar dessa faculdade, você veio só veio a saber que isso existia por causa do Gui, um namorado da sua prima (sua prima tá uma mulher, já, você nem imagina). Ele, por sinal, tá trabalhando na Google! Mas você tá pensando em cursar CSc pra poder trabalhar em qualquer lugar do mundo, relaxa, sem pressão de ter que trabalhar na Google.

Não quero te assustar, você odiava o gato da Catarina, mas hoje em dia você tem nove. Você não tá muito feliz com isso não, mas tá okay porque quando se mudar, vão ficar só três com você: Lola, Byron e Zelda. A Lola é uma fofa, apesar de nunca te deixar dormir e às vezes te irritar enfiando a cara dela na frente da sua quando você está tentando usar o computador.

Você passou por uns maus bocados psicologicamente falando, mas pode ficar tranquila que eu tô trabalhando pra melhorar isso. Ah, e lembra também quando você era criança e super moleque e adorava assistir jogo de futebol? Você tinha esquecido desse lado seu, mas agora recuperou. Desde a Copa do Mundo que você tem assistido quase todos os jogos do Bayern e do Pittsburgh Penguins, e de quebra ainda assistiu ao vivo na TV o seu time de futebol americano ganhar o Superbowl.

Depois que você terminou um namoro, inventou de cortar seu cabelo curto. Ficou até legal, sabe? Você mantém ele mais curto que o habitual até hoje. E descoloriu, pintou de ruivo, decapou, ficou loira, tacou castanho duas vezes. Agora tá sofrendo pra tirar o castanho do cabelo pra voltar a ser ruiva. Não tenta entender não.

De vez em quando te bate um medo enorme de que você só esteja fazendo merda, esteja fazendo tudo errado, não saiba o que fazer da vida, seja a maior loser desse planeta, mas tenho certeza que daqui a pouco isso acalma e a vida se encaminha. Por que olha quanta coisa mudou da sua época pra cá... olha quanta coisa ainda tá pra mudar. Coisas que você nem conseguiria prever. Então acende um incenso, bebe um chá (você ama café agora, não te dá mais sono, mas a falta da cafeína te dá dor de cabeça, desculpa) e fica calma.

Nenhum comentário: