ressaca eterna sobre faq journal

22.6.15

hammering in my head.

O vizinho do prédio ao lado, quase colado com a parede do meu quarto, ficou em obra por quase um ano. De Segunda e Sábado, oito horas da manhã, começava a batucada e não parava nunca. Ouvia a conversa dos pedreiros, coisa caindo no chão, parede sendo furada, madeira sendo serrada, e o bang bang bang de marreta. Vizinho subiu um andar, depois subiu outro e a obra não acabava nunca. Até que um dia, na hora do almoço, percebemos que estava silêncio.


No dia seguinte, silêncio também. E no dia depois daquele... silêncio. Fazia tanto tempo que eu não estava mais acostumada a ouvir as coisas sem um constante bang bang bang de fundo. Pode até parecer drama, mas até a música parecia melhor, e não se precisava mais gritar pra conversar em determinados momentos do dia. Durou duas semanas.
Acordo eu hoje de manhã, sozinha em casa, desço pra fazer o café e sento no sofá com o copo de 400ml, estico as pernas pra ver True Blood e escuto um barulho estranho vindo do andar de cima. Como não continuou, assumi que fosse algum dos gatos derrubando alguma coisa. Aí na hora do almoço começa, bang bang bang, ainda mais próximo. Parecem estar batendo diretamente na parede do meu quarto com uma bola de demolição. Achei que fosse subir e encontrar um buraco em cima da minha cama, que um pedreiro ia botar a cabeça pra dentro e me pedir um copo d'água.


bang. bang. bang. BANG. Senhor, diga-me por favor o que eu fiz pra merecer tamanha provação?

Update: Dia 11 de Agosto e a obra continua firme e forte. 
Update 2: Dia 17 de Novembro e adivinha? A obra ainda não acabou.

Nenhum comentário: