ressaca eterna sobre faq journal

11.8.15

105 dias antes.

Falta pouco e eu fico eternamente alternando entre empolgação e um medo horrível. As noites são sempre piores, mas as noites costumam ser sempre piores pra tudo. Será que isso, será que aquilo, mas e se…

A passagem tá comprada e agora não tem mais volta. It’s happening.

Estou tentando me consolar com um novo mantra que acho que li no blog de alguém: “Dê o primeiro passo e o chão virá”. O chão sempre vem.

Meu maior medo mesmo é de desperdiçar a chance. De continuar tudo igual dentro de mim. Tem muita coisa que precisa mudar que não se resume ao meu endereço. Eu tenho essa tendência de achar que uma coisa isolada vai mudar minha vida, e vou lá atrás de tal coisa e a consigo e nada acontece. Aí vou eu correndo atrás da próxima coisa que vai salvar minha vida. O que vai salvar minha vida agora é Berlim.

E a gente pode depositar a esperança em tudo quanto é coisa, em tudo quanto é gente, em tudo quanto é lugar. Só que nada salva a gente a não ser a gente mesmo.

As noites são sempre piores e eu deveria começar a escrever de manhã.

Nenhum comentário: